Porque na Inglaterra se dirige pelo lado esquerdo das estradas?

Não somente na Inglaterra mas no Reino Unido em geral, sem contar em outros países que eram suas ex colônias, como Índia, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul,  e alguns outros como o Japão.

O fato de dirigirmos do lado direito das estradas e  ingleses, do esquerdo, se deve a eventualidades históricas da Idade Média. Nessa época, no Reino Unido, a circulação de cavalos e pessoas se dava pelo lado esquerdo, para assim deixar a mão direita (a maioria dos soldados eram destros, os canhotos eram forçados desde pequeno a usar a mão direita porque naquele tempo se acreditava que ser canhoto era algo ruim, vergonhoso, e em casos extremos, sinônimo ‘‘do coisa ruim’’) livre em caso de brigas (as brigas eram frequentes, já que nessa época muitas decisões, inclusive as pequenas do dia-a-di, a eram decididas por elas).

Para ‘ajudar’, em 1300 o papa Bonifácio VIII determinou que, na peregrinação a Roma, todos deveriam se manter do lado esquerdo da estrada, para controlar o fluxo. Isso durou até o século XVIII, quando Napoleão resolveu inverter tudo, supostamente por ser canhoto, mas também para facilitar a identificação de tropas inimigas a longas distâncias. As terras conquistadas por Napoleão adotaram o novo sistema de trafego, enquanto as britânicas se mantiveram no antigo sistema medieval.

Desde então é questão de honra para a Inglaterra se manter dirigindo pela esquerda, tanto que em 1859, um ministro britânico, em viagem ao Japão, conseguiu convencer o país a adotar o sistema de trânsito inglês.
Os Estados Unidos, na tentativa de se livrar da herança cultural e de todo o passado que tiveram como colônia britânica, adotaram o modelo napoleônico.

Mas o Brasil, por exemplo, não foi colônia francesa, como surgiu o nosso costume de dirigir pelo lado direito das estradas?
Acontece que grandes colonizadores como portugueses e espanhóis, e até mesmo holandeses, acabaram, em determinado período da história, sendo colonizados por  Napoleão, e com isso, foram obrigados a seguir as ‘‘novas regras de trafego’’.

Como o estouro da indústria automobilísticas aconteceu nos Estados Unidos, o modelo adotado pelos norte-americanos  acabou tornando-se padrão na maior parte do mundo.

É de desejo da UE que o Reino Unido adote o modelo ‘padrão’ de direção mas o custo com reformas, sinalização e reeducação de motorista seria muito alto.

0 Comentários:

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright © Leis de M.E.R.F.