Contos de Fadas...para crianças?

Quase todos nós sabemos que os contos de fadas que nós ouviamos quando crianças não são exatamente aquilo que eram quando foram inventados.
Com auxílio, eu reuni aqui como eram as principais histórias infantis que ouviamos quando crianças.


O Gaiteiro de Hamelin

A história hoje: No conto do Gaitero , nos temos uma cidade infestada de ratos . Um homem chega vestido com roupas de gaiteiro (um caleidoscópio de cores) e se oferece para livrar a cidade dos vermes. Os aldeões concorda em pagar uma grande soma de dinheiro se o flautista puder fazer isso - e ele faz. Ele toca música em sua gaita o que atrai todos os ratos para fora da cidade. Quando ele retorna para o pagamento - os aldeões não pagam portanto o gaiteiro livrar a cidade das crianças também!
Ele as atrai para uma gruta, os aldeões concordam em pagar, e então, o gaiteiro devolve as crianças.

O Conto original: A história se segue a mesma, mas o final é bem diferente, no original, o flautista leva as crianças a um rio onde todos eles se afogam. Alguns modernos estudiosos dizem que há conotações de pedofilia nesse conto de fadas.


A Chapéuzinho Vermelho

A história hoje: Provavelmente você conhece a versão em que a chapéuzinho segue os conselhos do lobo, e acaba por encontra-lo na casa da avó, e no final aparece um lenhador que mata o lobo (ou ainda, nos casos mais infantis, poem o lobo pra correr) e salva o dia.

O Conto original: Originalmente, a Chapéuzinho Vermelho segue os conselhos do lobo e acaba por ser comida. E aqui acaba a história. Não há lenhador - não há avó - só um lobo gordo e uma Chapéuzinho Vermelho morta .
A moral desta história é não seguir conselhos de estranhos.


A Pequena Sereia

A história hoje: Na versão Disney, o filme termina com Ariel, a sereia, sendo transformada em um ser humano, para que ela possa casar com Eric. Eles casam num um casamento maravilhoso com a participação de seres humanos e marinhos.

O Conto original: Na primeira versão por Hans Christian Andersen, a sereia vê o Príncipe se casando com uma princesa e acaba por se desesperar.
É oferecida a ela uma faca com a qual poderia esfaquear o príncipe, mas em vez de fazer isso, ela salta para o mar e morre, transformando-se em espuma. Hans Christian Andersen modificado ligeiramente o final para o tornar mais agradável. Em seu novo final, em vez de morrer, quando se transforma em espuma , ela transforma-se numa “filha do ar” à espera de ir para o céu - mas mesmo assim, ela continua morta.


A Bela Adormecida

A história hoje: Na versão original a encantadora princesa é adormecida quando pica o dedo numa agulha . Ela dorme por cem anos, até um um príncipe finalmente chegar, beija-la, e desperta-la. Eles apaixonam-se casam e vivem felizes para sempre.

O Conto Original: De todos os contos de fada, esse eu sinceramente não sei como atingiu o mundo infantil, veja, no original, a jovem é colocada para dormir por causa de uma profecia, ao invés de uma maldição. E não é o beijo de um príncipe que acorda: o rei ao vê-la dormindo, e gostando do que vê , estupra-a . Após nove meses ela dá à luz a duas crianças (enquanto ela ainda está dormindo). Uma das crianças chupa o dedo, que remove o pedaço de linho que estava a mantê-la dormindo. Ela acorda para se encontrar estuprada e mãe de dois filhos.


Cachinhos de Ouro e os três ursos

A história hoje: Neste conto , ouvimos falar da linda Cachinho de Ouro que encontra a casa dos 3 ursos. Ela entra e come a sua comida, se senta nas sua cadeira e, finalmente, dorme na cama do urso mais pequeno. Quando os ursos voltam para casa eles encontram-na a dormir - ela acorda e escapa para fora pela janela aterrorizada.

O Conto Original: Na versão original (que na datas de 1837), tem duas variações possíveis. Na primeira, os ursos e encontrar Cachinho de Ouro e comem-na. Na segunda (menos macabra), Cachinho de ouro é na realidade uma velha bruxa que salta para fora de uma janela quando os ursos a acordam .


Cinderela

A história hoje: No conto de fadas moderno temos a linda Cinderela apaixonada pelo príncipe e as irmãs más casando com dois senhores - com todas a gente a viver felizes para sempre. O conto de fadas tem suas origens no por volta do Século I AC quando a heroína de Strabo se chamava Rhodopis, e não Cinderela. A história era muito semelhante à moderna, com a excepção do sapatos de vidro e da carruagem de abóbora .

O Conto original: Mas, por trás da história bonita há uma variante mais sinistra do que a dos Irmãos Grimm: nesta versão, as desagradável irmãs más cortam partes de seus próprios pés, para servir nos sapatos de cristal - esperando enganar o príncipe. O príncipe é alertado para o tramóia por dois pombos que bicam os olhos da irmãs más . Eles acabam por passar o resto de suas vidas como pedintes cegas enquanto Cinderela vivi no luxo, no palácio do príncipe.


Os Três Porquinhos

A história hoje: O conto dos Três Porquinhos foi muito amenizado para as crianças de hoje, ao contar uma história cheia de violência sem mostrar violência. Terminamos com um conto muito simplório que mostra “como é bom ser esperto”.

O Conto Original: A história original perdeu muito. O conto original não é mais longo, já que o lobo mau não perde tanto tempo assoprando casas. Ele faz isso para pegar os dois primeiros porquinhos. Aqueles coitados são logo pegos e devorados. O terceiro porquinho — o mais esperto de todos — é o entrave. Sem conseguir assoprar a casa de tijolos, o lobo tenta blefar. Ele faz de tudo para trazer o porco para fora de casa, promete nabos, maçãs, e uma visita à feira. O porco recusa a tentação, sabendo que há coisas mais importantes.
O lobo decide então voltar à violência. Ele escala a casa e entra pela chaminé. Porém, o porquinho tinha planejado isso, e colocou um caldeirão de água fervendo na lareira. O lobo cai ali dentro e morre. Ele — e os dois outros porquinhos em seu estômago — são agora o sinistro jantar do terceiro porco.

1 Comentários:

Lolly disse...

" Alguns modernos estudiosos dizem que há conotações de pedofilia nesse conto de fadas. " HWEUAHEUAHEUAHEUAHEUA rialto

pena que nao falando da Rapunzel ..

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright © Leis de M.E.R.F.