Livros

Estou aqui hoje em protesto, porque vivo vendo em Televisão, jornais e revistas, um bando de velho e até alguns adultos amis jovens falando que o jovem de hoje não lê, que o jovem de hoje é desinteressado, que não estão "nem ai" para a cultura, que só querem saber de orkut e de msn e uma série de outras coisas por ai.

Digo para esses velhos babões senhores que eu e a maioria de pessoas na minha volta gosta e muito de ler, alguns até ja leem livros em inglês (também me incluo nessa lista, felizmente).
Esses senhores que se dizem "cultos" se acham donos da razão e mandam pessoas como eu lerem "Dom Casmurro" ou "Pequeno Príncipe"
Digo que eu já li Dom Casmurro e achei UMA MERDA. Sobre Pequeno príncipe ? OUTRA MERDA, se você leitor descorda da minha opinão, paciência, é o que eu acho.
Sem falar dos vários livros do Sitio do Pica-Pau Amarelo que existem (Já li alguns e, sim, um monte de merda).
Esses caras querem que o jovem leia o que "eles" próprios leram quando crianças, alguém tem que mostrar para eles que não são os únicos livros existentes.

Sempre arrumei confusão com a professora na hora de fazer as famosas "fichas de leitura", onde devemos ler esses livros mais velhos que a roda e fazer uma redação sobre o assunto, isso por dois motivos:
1º - Não suporto a ideia de alguém me mandando ler algo, pois isso faz eu perder totalmente o interesse, mesmo que anteriormente eu o tivesse.
2º - Eu acho a maioria desses livros "recomendados" uma porcaria, alguns clássicos até são legais, mas 98% são lixo, e alguns a própria professora não lembra a história.(Sendo que ela fala que ele é super importante)

Se esses velhos da Academia Brasileira de Letras só recomendam esses livros, suponha-se que eles só leram esses, isso seria cultura, destratar os livros atuais?
Ressalto que esse post não tem como objetivo falar que livro velho é ruim e novo é bom, mas sim falar que professores e outros não devem escolher os livros que nós jovens devemos ler, afinal, qualquer livro é um livro.

E outra coisa, mesmo que alguns até incentivem a compra de livros atuais, cade o incentivo para se comprar?
Um livro custa de R$ 30,00 para mais, a maioria não tem esse dinheiro, e mesmo os que tem, muitas vezes precisam gastar com outras coisas.
Algumas vezes alguns sites até fazem promoções, e ja vi preços muito bons nos livros de compras da Avon, mas no geral, não há incentivo.
Conclusão:
Não se deve extipular qual livro uma pessoa deve ler, não interessa se ela é da Associação Brasileira de Letras, sua professora ou seus pais, você deve escolher qual o tipo de livro melhor te atrai, e o incentivo deve ser maior, os preços devem diminuir, e urgentemente.
Toda essa revolta por que eu odeio quando falam que jovem não gosta de ler generalizando, sendo que eu amo ler, e odeio evr que não temos incentivo par isso, que o nosso "incentivo" não passa de palavras.
E tudo isso veio dessa conversa:

Veja alguns exemplos de preços:



6 Comentários:

Carina Silva disse...

Absurdo mesmo, um lixo.

Raul disse...

Capitu é uma p00ta mesmo, traiu o bento.

Caio disse...

Cara,eu gostei de Pequeno Principe,rs

Biia. disse...

Sim, compra os livros clássicos pocket a 10 pila que tu ganha mais :D
Esses livros novos tão virando tudo a mesma coisa. Conspiração, sensacionalismos, historinhas de adolescentes...fora que, caros assim,a gente pensa o quê? que eles contribuem para a "cultura" ou para o lucro das editoras?
Eu discordo da tua opinião e acho que daqui a 100 anos ninguém mais vai estar falando dos livros de hoje, porque, depois de um tempo, eles saem de moda, ficam ultrapassados...mas os clássicos inda tão aí e tem muita coisa neles que nos faz refletir até hoje, apesar da leitura ser difícil.
É isso aí, não me mate :D

Matheus Eduardo disse...

Não matarei, qualquer opinião com argumentos decentes é bem-vinda ^^

Fernando disse...

prefiro o minha luta o// usiuaiosuasoi

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright © Leis de M.E.R.F.